skip to Main Content
Negocie-os-seus-debitos-governo-libera-nova-modalidade-para-amenizar-os-efeitos-da-crise-para-pmes
Negocie os seus débitos! Governo libera nova modalidade para amenizar os efeitos da crise para as PMEs
28 de agosto de 2020

Negocie os seus débitos! Governo libera nova modalidade para amenizar os efeitos da crise para as PMEs

AProcuradoria-Geral da Fazenda Nacional (PGFN) regulamentou a Transação Excepcional para parcelar os débitos fiscais das micro e pequenas empresas enquadradas no regime do Simples Nacional. A modalidade está disponível para adesão, no portal Regularize, até 29 de dezembro de 2020.
Continue lendo...
Saiba-tudo-sobre-a-lei-14-020-e-a-continuidade-da-prorrogacao-de-reducoes-e-suspensoes-de-contrato
Saiba tudo sobre a Lei 14.020 e a continuidade da prorrogação de reduções e suspensões de contrato
26 de agosto de 2020

Saiba tudo sobre a Lei 14.020 e a continuidade da prorrogação de reduções e suspensões de contrato

Diário Oficial da União publicou decreto que permite prorrogar reduções de salário e jornada e suspensões de contratos.
Continue lendo...
Liberdade-nao-e-irresponsabilidade-entenda-o-que-fazer-com-os-espertinhos-que-burlam-o-home-office
Liberdade não é irresponsabilidade! Entenda o que fazer com os “espertinhos” que burlam o home office!
25 de agosto de 2020

Liberdade não é irresponsabilidade! Entenda o que fazer com os “espertinhos” que burlam o home office!

A transferência inesperada do local de trabalho para a casa dos funcionários, em home offices improvisados, gerou uma série de novos conflitos nas relações entre gestores e subordinados.
Continue lendo...
Empresario-voce-pode-utilizar-uma-nova-forma-para-quitar-impostos
Empresário, você pode utilizar uma nova forma para quitar impostos!
24 de agosto de 2020

Empresário, você pode utilizar uma nova forma para quitar impostos!

O Projeto de Lei 3911/20 abre a possibilidade de que as linhas de crédito emergenciais criadas durante a pandemia do novo coronavírus possam ser utilizadas por empresários para o pagamento de tributos, inclusive atrasados, e débitos inscritos em dívida ativa.
Continue lendo...
Back To Top